Sustentabilidade e o vosso casamento: 7 dicas de como podem ter um casamento mais sustentável

CasamentoSR-374

Já pararam um pouco e pensaram como podem fazer com que o vosso casamento seja mais sustentável? Normalmente nestas festas, há um enorme de desperdício em diversas áreas com bastantes usos únicos que são dados a muitos objectos. Hoje sugiro-vos tentar aplicar uma estratégia em que pelo menos reduzam um dos seguintes itens que vou falar e assim possam permitir que o vosso casamento seja um pouco mais amigo do ambiente.

1. Lembranças

Aqui é um dos pontos em que é mais fácil ser sustentável. Que tal em vez de darem algo que ficará esquecido numa gaveta, dêem algo que tenha utilidade e que esteja ao vosso dispor? Olhem à vossa volta, o que dispõem? Têm alguém na família que produza mel, faça compotas? Por que não guardarem os frascos que usam durante o ano e voilá, lembranças feitas! Ou então porque não darem sementes, que ficam tão giras com mensagens como “semeiem o nosso amor!”? Ou plantas? Claro que fujam das embalagens de plástico e de uso único se seguirem por estas ideias.

2. O vestido

Aqui sei que é o mais difícil. Toda a gente sonha com ir a uma loja e encontrar o tal e em usar algo novo! Mas para a mais ousadas e que procuram até algo diferente, existem imensas opções em lojas vintage e de roupa em 2ª mão, e não é bonito dar uma nova oportunidade sendo a estrela de um dia de casamento? Podem também ver os vestidos das vossas mães, avós, sogras, irmãs, tias e talvez até com uns toques fique o VOSSO vestido!! Há quem opte por usar apenas os véus das mães e avós, e digo-vos, acho que dá um toque muito bonito e sentimental ao casamento e é um ideia tão linda! E para além de tudo ainda ajuda o ambiente e a vossa carteira!

3. Roupa dos convidados

Grande parte das pessoas associa a ida a um casamento com o uso de roupa nova e apenas daquela vez. Porque não incentivarem os vosso convidados a usarem peças que já têm, a reutilizarem peças, a não comprarem novas peças apenas para o vosso casamento. Com certeza que grande parte até vos agradece pois será menos um gasto que terão!

4. Convites

Hoje em dia, há quem aposte muito nos convites digitais, muitas vezes por uma questão mais financeira e acaba por ser uma mais valia para o ambiente. Como entendo que por vezes, para convidados de maior idade seja complicado esta opção podem optar por usar papéis reciclados para o vosso convite, o que para além de vantajoso vai dar aquele toque ao vosso casamento!

5. As flores

Para mim este é um dos pontos em que há maior desperdício. Igrejas cheias de flores para 2h de cerimónia, imensas cópias do bouquet para uma ficar aqui e acolá, centros de mesa cheios de flores que passado umas horas irão para o lixo. Antes de contratarem a florista pensem, onde querem realmente ter flores e em que quantidades. No meu próprio casamento, reduzi bastante neste ponto. Tive dois bouquets, um que deixei à Nossa Senhora e o outro que atirei, pedi bouquets pequenos e com flores de época; na igreja tivemos apenas uns apontamentos numas jarras que juntas deviam fazer apenas um pequeno ramo; as minhas 3 damas de honor tiverem uns mini-bouquets, mesmo mini apenas porque sobraram flores dos meus bouquets e de resto optei por não ter quaisquer flores no copo de água. Para a decoração, usamos diversos itens que marcaram a nossa relação que tínhamos cá por casa e que voltaram aos seus sítios após o casamento.

6. Comida

O típico português associa um casamento como um enfardar de comida e espera encontrar montes de escolhas! Felizmente muitas quintas hoje em dia já têm alguma atenção e procuram não exagerar na comida que produzem e colocam à disposição. Tenham o cuidado de verificar como tudo funciona onde vão casar e procurem saber se algo é feito com as sobras e senão tomem precauções quanto a este ponto e estejam preparados para saber o que fazer com as mesmas.

7. Louças e talheres

Certifiquem-se que todas as louças, talheres, porcelanas, jarras, toalhas… etc que vão ser usadas não são de uso único e que farão parte e já fizeram de dias felizes de outros casais.

 

A todos estes pontos, acrescento que optar por usar produtos de fornecedores locais e de boas práticas é sempre a escolha mais acertada. Sejam a mudança que querem ver no mundo, não é um óptima maneira de iniciar a vossa vida a dois?

Se tiverem atenção num destes 7 pontos, já fará uma diferença enorme!

Têm outras ideias que podem tornar um casamento sustentável? Partilhem connosco!

Anúncios